10 alimentos para o coração

A boa alimentação é um dos principais hábitos para a prevenção do AVC. Conheça os 5 alimentos para o coração.

Alimentos para o coração

Espinafre

emagrecer

Como muitas folhas escuras, ele tem propriedades que garantem a saúde do sistema cardiovascular. É rico em fibras, cálcio, vitamina K, ácido fólico e potássio.

Linhaça

É excelente fonte de ômega 3, vitamina E e fibras. O alimento ainda auxilia no equilíbrio do colesterol no sangue, diminuindo o ruim (LDL) e aumentando o bom (HDL). Pode ser encontrado em forma de sementes, óleos, farinhas e cápsulas.

Canela

É fonte de polifenóis, uma substancia antioxidante. Também controla os níveis do colesterol ruim (LDL) e estimula o sistema cardiovascular.

Chocolate Amargo

Ajuda a controlara pressão arterial e a diminuir o colesterol ruim (LDL). Para ter um resultado melhor, é recomendado ter no mínimo 70% de cacau, e baixo teor de açúcar.

Melancia

Assim como o tomate, a melancia possui quantidades elevadas de licopeno, um antioxidante que ajuda na saúde das artérias.

Tomate

O licopeno – Substância que dá a cor vermelha ao alimento – é um poderoso protetor do sistema cardiovascular, que atua contra o colesterol ruim (LDL) e protege as células dos efeitos dos radicais livres. Seu consumo está associado a uma redução do risco de câncer e de doenças cardiovasculares, além de ser um alimento pouco calórico, fonte de fibra e vitamina C.

Abacate

A fruta é rica em gorduras do bem (ômega 3 e ômega 9) que atuam contra o colesterol ruim, além de ser fonte de antioxidantes, como as vitaminas C e E. Outro composto muito benéfico à saúde encontrado no abacate é o ácido fólico (vitamina B9), que tem entre suas funções a de proteger o sistema cardiovascular.

Romã

Rica em ácido elágico, vitamina C e minerais, tem alto  pode antioxidante e, por isso, auxilia na prevenção do câncer, do envelhecimento precoce e do entupimento das artérias, alto fator de risco para infarto e acidente vascular cerebral (AVC).

Uva

Quanto mais intensa for a cor da fruta, mais polifenóis ela tem. Eles são uma classe de compostos bioativos antioxidantes que auxiliam no equilíbrio e no funcionamento orgânico. Por serem antioxidantes, eles eliminam o excesso de radicais livres do organismo, os causadores de problemas como o câncer, envelhecimento precoce e placas de gorduras nas artérias. Um dos antioxidantes da uva é o resveratrol, que combate o colesterol ruim, impedindo seu acúmulo no sangue. O excesso de LDL pode formar placas nas paredes das artérias e dificulta o acúmulo de plaqueta, impedindo a formação de coágulos no sangue e dobrando o efeito preventivo contra infartos.

Azeite

Preferido na hora de temperar as saladas, ele carrega consigo uma lista de benefícios. Poderoso antioxidante, o azeite é rico em polifenóis, substâncias antioxidantes naturais que são capazes de combater os radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento das células. Há também as propriedades anti-inflamatórias e é certo dizer que o azeite é uma gordura do bem, porque tem o poder característico dos ácidos graxos de não transformar a gordura em colesterol ruim.

Você sabia?
Alimentos antioxidantes são aqueles que agem contra os radicais libres (se dão tanto pela oxidação celular – processo natural do organismo’ quanto por fatores externos, como poluição ambiental e consumo de alimentos com aditivos químicos) que, em excesso, podem causar tumores, envelhecimento precoce e até doenças cardíacas.

Deixe o seu comentário!