Tipos de diabetes

Entenda os tipos de diabetes e as formas de manifestações da doença e as principais causas.

emagrecer

O diabetes é um conjunto de doenças metabólicas que tem a mesma característica: Aumento dos níveis de glicose no sangue. Esse fator pode acontecer por diferentes motivos, que desencadeiam em diversos tipos. Um deles é por acometimento autoimune (mais frequente em crianças e adolescentes que desenvolvem anticorpos contra o próprio pâncreas), conhecido como tipo 1, em outro caso, há uma resistência a insulina e o metabolismo do indivíduo necessita de uma quantidade muito maior desse hormônio, o famoso tipo 2, mais frequente em pessoas obesas e idosos. Existem também outras causas genéticas mais raras. Conheça os principais tipos de diabetes.

Tipos de Diabetes

Tipo 1

O pâncreas perde a capacidade de produzir insulina, gerando pouca ou nenhuma quantidade, devido a um defeito no sistema imunológico, fazendo com que anticorpos destruam as células produtoras desse hormônio. O diagnostico é feito pelas sintomas crônicos, como emagrecimento e desidratação, e é mais frequente em crianças, adolescentes e jovens. Os portadores necessitam de injeções diárias de insulina para manterem a glicose no sangue com valores normais, e há risco de morte se as doses de insulina não são dadas diariamente. O diabetes tipo 1 ocorre em cerca de 5 a 10% dos pacientes com diabetes. A insulina injetável é a medicação para o tratamento do tipo 1. A falta do remédio pode causar a cetoacidose diabética, distúrbio metabólico que pode colocar a vida em perigo.

Tipo 2

A resistência das células aos efeitos da insulina ou a pouca produção desse hormônio para manter o nível de glicose normal caracteriza o tipo 2. O Corpo pode criar uma resistência à insulina – ou seja ,ele não responde da forma como deveria à ação do hormônio e não 0 utiliza Corretamente. No outro processo, a insulina insuficiente não Consegue Carregar todo o açúcar para dentro das células, e ele acaba se acumulando no sangue. Esse tipo está relacionado a obesidade, pressão alta, colesterol alto e fatores genéticos. Normalmente aparece depois dos 45 anos de idade e é o tipo mais frequente: cerca de 90% dos diabéticos. Para tratar existem diversos tipos de medicações, como hipoglicemiantes orais ou injetáveis, que melhoram o aproveitamento da insulina, associados à dieta controlada e aos exercícios físicos. O descontrole da doença pode levar ao Coma hiperosmolar, uma complicação grave que pode ser fatal.

Leia também:
Conheça os sintomas da Diabetes tipo 2

Diabetes insipidus

É um distúrbio central que causa sintomas como sede e produção excessiva de urina. Ocorre devido à produção insuficiente do hormônio antidiurético chamado vasopressina, ou seja, é uma doença na qual os rins não são capazes de conservar água. As causas são variadas e estão relacionadas ao mau funcionamento do hipotálamo e também pode ocorrer quando os rins não respondem ao hormônio antidiurético. Ao longo do tempo, pode acarretar uma redução das respostas ao hormônio e a permanência da patologia. 0 tratamento é feito com medicamentos que diminuem a produção de urina e controlam a sede, como os diuréticos.

Deixe o seu comentário!